sexta-feira, 7 de março de 2008

Flores a 8 de Março de 2008

AZUL PARA AS MULHERES DESTE MUNDO



ROSA PARA AS MULHERES CABOVERDIANAS

2 comentários:

Alex disse...

Posso então concluir, por este teu post, que as nossas mulheres não são deste mundo, mas ... DO OUTRO!!!!
Á canadja Kaká! Bu sta ku boka dóxi mosinhu! Cima ki bu kre pulba mel di kel lambiki ki ta briki-briki na sabura!

Bom fim de semana.
1ab
ZCunha

Alex disse...

Para Ti, meu querido amigo, a única flor possível de te oferecer, aquela que nasce no coração desamparado dos homens, e só pode ser plantada em dia, hora e local certos por um poeta menstruado, um ramo de FLORES DE IBYAGU.

ZCunha

P.S. Com a tua autorização, fui ao estabelecimento do João Margoso Branco oferecer flores, roubadas nos teus jardins:

A todos vós BLOGOCIDADÃOS, colhido nos jardins suspensos do Kaká Barboza, ofereço-vos as

Flores de Ibyagu

Fleurs d’Ibyagu

Ibyagu flowers

uma das mais belas criavenções do Kaká. Não me perguntem a origem, a natureza, a cor, a que cheira, de que é feito, ou onde se colhe. Tenho as minhas suspeitas. O Kaká sabe de certeza.
Coisas do coração.
Com AMOR.
ZCunha

P.S.-E, sem querer, voltei ao tema do texto do Mário Lúcio. Ibyagu só pode ser uma FLOR DO (outro) MUNDO.

Os Do Litoral

RAPIZIUS Um amigo quis que eu explicasse quem eram os escritores e poetas do Litoral.  Sim, EXPLICO, a ideia. Poetas e escrit...