quinta-feira, 6 de março de 2008

000 P 4L4 Vr 4


PRAGA DI BURRO KA TA .................
(praga de burro não ALCANÇA o céu.
Diz o povo.
Mas desta vez não tenho dúvidas que o vai ultrapassar.

1 comentário:

Charlie disse...

Nha tio so pa fla nho q blog sta campion... djan deve ter uns 15mn li ta ri mi so so pamode es texto: «Un folgu sin di pífa» (Um fôlego em vias de apagar) lembran storias de Tio Tey...

è simé n staba na msn a bocado cu uns membras, de repente undes perguntan mode quin sta, de repente ben un surto de palavras a pta de dedu, lembram na bo, n ben trazeu cuse quin respondel, talvez cu sorte n ta devolveu quel dose de gargalhada q bu dan:

"...so na busca na bracu, baxu pedra, na esquina, na cantu, undi qi odjo ba ta da, dentu sapato, na meia, na bolso ramendado, dentu chapeu, na quintal, canteru, vaso di nha mãe e tia lena qi nem ca poku, trás de casa, na ladera,na rotcha, riba cutelo, na rubera, beco, baxu pó di pilon qui dja dura ca conxi midju, riba pé di pó que disgraciado dirrubou, na porta, janela, presiana qui dja ca sta na moda. Moda bu sta oia, sta MAR-IADUUU!!"

Abraçao

Os Do Litoral

RAPIZIUS Um amigo quis que eu explicasse quem eram os escritores e poetas do Litoral.  Sim, EXPLICO, a ideia. Poetas e escrit...