segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Rapízius

                                    Rapíziu nº4

                Oração do Bom Jesus do Branda Ferro.

Santíssimo Corpo de Cristo em vossa chaga. Jesus Cristo do Branda Ferro vem brandar qualquer criatura que tem vontade di mi ofender. Virgem Nossa Senhora do Livramento eslivrai-mi e difendei-mi, ajudai-mi com qualquer meus indimigos, indimigos mansos, indimigos cordeiros, indimigos de caminho, indimigos di morada e indimigos particulares que vem sobre mim despejar suas malícias e malificiencias. Despende imediatamente escontra ela ou ele com o poder de Deus, Pai Todo-poderoso.

Filho, Esprito Santíssimo do altar mais do céu valei-mi, difendei-mi e ajudai-mi com qualquer outro indimigos, homens ou mulheres que vem armando escontra a mim suas fúria enraivecidos e suas bocas suja de coisas de malquerença. Eles ou elas serão ofendidos, eles mesmo com o poder do Bom Jesus do Branda Ferro. Anjo Grabiel, San Miguel Rafael, San Simon de Ajuda, ajudai-mi com qualquer de meus indimigos aqui e acolá, de frente e de trás e em todo o lado que estão arrumando escontra mim malícias de todos os feitio, qui mãos de demónio artefaz para condenação de almas de criaturas benqueridos.

Nosso Senhor Jesus Cristo de Branda Ferro brandai-mi os corações dos meus indimigos que estão sobre mim. San Simon da Ajuda ajudai-mi pelo amor que ajudou Nosso Senhor Jesus Cristo com a Santa Vela Cruz nas costa pela rua di amargura. Ajudai-mi a vencer estas ou estes indimigos vindo de casa estranho com o veneno tanto na comida, como na água, como na qualquer diferente qualidades de bebidas. Nossa Senhora de Tapar, tapai-mi com seu manto que encobriu os sem cobertura.

Nossa Senhora do Livramento difendei-mi nessa batalha por que o sangue do meu corpo não fosse derramado nem nas mãos dos meus ferozes indimigos nem nas suas intentações. Santa Mãi rogativa rogai-mi na minha vida até a hora da minha morte. Santo Santíssimo anjo da minha próxima guarda livrai-mi e difendei-mi de todas as armas de ferro como bagamorte, espingardas, punhais, revolve, facas, zagaias, pau, pedras, malfeitos, fetiçarias, demónios, pregãos de todas tentação e doutras coisas de perigo conhecido ou desconhecido pelos olhos da criatura.

Para todas as criaturas Servo de Deus, para todas as coisas e as pessoas de más tentações branda a hora de atingir-mi, di todos os males intencionados, e aqueles preparados na minha retaguarda sem eu saber, todos e sempre todos para ser auxiliados e remitidos para longe com o poder do Bom Jesus de Branda Ferro. Amem.»

                Recriado por: Kaka Barboza 

Sem comentários:

Poemas do Litoral

ESPELHO D'ÁGUA EM ARCOS DE PEDRA Dois retractos do antigo Dezembro à janela do presente mirando o desmoronar do tecido verde das ...