sábado, 27 de maio de 2017

Soneto na Quinta di Sol




Soneto na quinta de sol
                                     pa Artemisa Ferreira

Na Polon di Baxu ta mora morcego di nh’amor
dipos ki tanki di kaniss ratxa agu perdi rumo.
Na tripitche nhu Dom ta mora boi di nha dor
dipos ki Somada lagadji e praça perdi mundo.

Bentrada éden di nos mininensa morre corpo
na baziu di Arco da Bedja perdedu na Aguas Bela
Na rio di Maria Simoa rosto baxu ta bái pa mar
Pidoti anju da guarda era pa ka morreda fogado.

Ah! Ponta Carrera di Nho João Carrero
Ah! Ôdju di Djobe Djurga na raiz di Monti Tiro
Ah! Sim bá Somada limárias ta bá igreja

Ta raza terço ta comunga tudu dia Dimingo
Ah! Igreja Baxu. Ah! Scola di Nhu Ildo Parrera
Sim bá ti n'bai! Somada ta cai na Cruz di Pico.

terça-feira, 16 de maio de 2017

RAPIZIUS

O convite diz assim:
O IPC promove um encontro se SENSIBILIZAÇÃO com a comunidade da morna, no próximo dia 20 de Maio de 2017, às 09H30, na Escola Fulgêncio Tavares, em São Domingos.
Assunto: Debate aberto de ideias que potencie a criação de condições para o inventário da morna com aqueles que de alguma forma se encontram ligados à produção, transmissão e divulgação do género.
1º O que é SENSIBILIZAR A COMUNIDADE DA MORNA?
2º O que é inventariar a morna?
3º O que é potenciar e criar condições para inventariar morna?
3º Do jeito em que as coisas estão é verdade que a morna pode alguma vez ser candidata a Património Cultural Imaterial da Humanidade?
Vou lá para ver e entender tudo isso.
Sinto-me, por vezes, não pertencer a esta terra.
Ou sofro de atraso mental grave ou vivo ausente daqui.


RAPIZIUS


Santiago - Praia - no seu maior.... depois do CVMA.
Praia: Festividades do dia do município orçadas em 30 mil contos – confirma a vereadora da Cultura da CMP em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, no acto de apresentação oficial da programação das festividades do dia do município.
São 30.000 contos, para se gastar incluindo o festival de música da Gamboa. A informação foi dada hoje.
Para um festival que de cultura nada tem.
Para um festival de promoção de música pimba.
Para um festival que não tem Morna como Candidata a Patrimómio Cultural Imaterial da Humanidade.
Para um festival que não tem em conta nenhum outro género artístico, mas sim popularizar a mediocridade.
Na CvLandia é assim que se brinca com o dinheiro e com as coisas sérias.
Depois não desdenhem do Festival da Morna da Boa Vista, nem do Festival de Morna da Brava.
É irreversível a alienação total e perca da matriz.

Depos de sab morre é ca nada...

ESTE VÓMITO FOI-ME DEDICADO PELO GRANDE ESCRITOR E POETA LUSO-CRIOULO - JOSÉ LUIS TAVARES - DOMINADOR DA LÍNGUA DE BOCAGE E EXÍMIA PENA CAÇ...