terça-feira, 14 de janeiro de 2014

OBLATA PA ANU NOBO

                   Neste Janeiro de 2014 completou 10 anos sobre a morte de Fulgêncio Tavares - Ano Nobo

Composição feita pelo 5º Aniversário da morte do grande Mestre e Ícone de Santiago ANU NOBO, sem Estátua no seu Concelho de Naturalidade - São Domingos - por ser de gente inculta a mandar nos destinos dos nossos municípios, desconhecedora ou desprezadora da história social do Concelho e dos que deram e dão o bom nome a essas localidades que dizem representar, salvo, raríssimas expceções.

 
 OBLATA PA ANU NOBU

 
 Dja di tenpu n kre kantaba
 Un ómi un amigu
 Na ton dun melo-suave
 Sen palavra kansadu.
 Ku krensa y txeu amizadi
 Xintadu na valor son di terra.
 Pa n kanta sen medu d’izagera
 Pa mundu konxe si valor
 Omi sinples di don y saber
 Ki ama fundu folklore di terra
 Batuku é lenda si koroa
 Nos Profeta alma bon jardin.

 Poeta omi lendáriu di terra
 Ki kria un gerason seguidor
 Len Prera lugar di memória
 Ki enaltise si txon di nasensa.
 Tud’ anu Anu Nobu é más nobu
 Santiagu bai na si korason
 É fika na krensa di puvu
 Lovadu, lenbradu e amadu
 Tudu anu, Anu Nobu é más nobu.

 Praia, 24.1.09 – Letra & Muzika – Kaka Barboza

Sem comentários:

ESTE VÓMITO FOI-ME DEDICADO PELO GRANDE ESCRITOR E POETA LUSO-CRIOULO - JOSÉ LUIS TAVARES - DOMINADOR DA LÍNGUA DE BOCAGE E EXÍMIA PENA CAÇ...