quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

O LIVRO


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O LIVRO
 

O livro é como uma estrada
Construída por etapas,
Portanto uma respiração pela palavra,
Porém um dólmen em papel,
Quiçá um candeeiro de saberes.

O próximo livro
É continuação da estrada, 
É respirar contínuo pela palavra,
É o outro na sua pele
Quiçá um poleiro de expores.
 

22.01.2014
Kaka Barboza

Sem comentários:

Poemas Marginais

MÁS_CARAS EMDE_LÍRIO Desmascarado sentei-me na gaveta   A lâmpada acesa a vigiar minha mão Desinquieto nem pardais-do-telhado ...