terça-feira, 31 de maio de 2016

Um Dia Excepcional



Fui a Nho Eugénio tomar aquela coisa das sextas-feiras. Encontrei ali um velho amigo mindelense acabado de chegar à Praia. Conhecemo-nos nos anos sessenta. Após o café e conversa animada sobre as seduções de Mindelo, despedimos um do outro. Muita coisa mudou em São Vicente. Mindelo de outrora era de boas amizades, bons convívios e passeatas. 
As festinhas de grupo tinham outra reputação. Senti saudades de Mindelo e suas virtudes.
A Livraria Nho Eugénio é como um templo de novidades. Além de livros, é ponto de encontro de amigos e de rapizius, ou seja de colóquios. Ao deixar o local, apurei que havia festim no recinto ao lado, na Escola Nova Assembleia. Dei um jeito e fui espreitar a risada que transbordava para a rua. Aproximei-me como espião. Furei a portaria do recinto para ver a festa. Várias turmas estavam reunidas no salão. Havia muita alegria. Dessas alegrias que só acontece numa colmeia, onde as abelhas estonteadas pelo doce zumbem de satisfação. Pus-me do jeito para não ser visto. Não quis que as netinhas me vissem para não lhes atrapalhar a concentração. Outrossim, a presença de estranhos nestas ocasiões limita a liberdade de expressão e de manifestação dos meninos. Exibia-se um filme para crianças. Todos seguiam entusiasmados o diálogo dos bonecos sobre a higiene e a protecção ambiental. Ninguém tirava a cara do improvisado ecrã. Lá a professora descobriu-me, mas fiz sinal para não se manifestar, colocando o polegar nos lábios. O recinto assemelhava-se a um painel multicolor, qual arco-íris, era um cenário que só os meninos dessa idade sabiam colorir com gestos duma inocência cativante. Deixei o ambiente justo no momento em que as pancadas na jante de automóvel pendurada numa haste fixa na parede anunciavam o fim das aulas, momento do bulício anunciante da largada dos alunos que, á sombra das acácias, em grupo aguardava o acolhimento dos familiares e os acompanhantes. Outros lançavam-se em correrias atrás dos mais inquietos. Foi um dia excepcional para as minhas netas e para mim também. Ansioso, aguardava, como é hábito, o relato das netinhas sim que chegassem à casa, enquanto eu verificava a panela ao lume.  


Sem comentários:

Prefácio da obra Gruta Abençoada

NOTA DE LEITURA Boa Entrada é tudo menos lugar erótico, mas, sim, uma ribeira exótica e cativante, situada na margem direita da sed...