segunda-feira, 27 de setembro de 2010

DIVAGAÇÕES 3

                                      Liberdade

A liberdade e a forma de ela ser assumida e vivida por cada indivíduo depende unicamente de si próprio e nunca há-de passar em peneiras determinantes do grau em que cada um em liberdade deve aderir e validar a o que em consciência acha melhor para si e para os outros.

Não é verdade que militar por causas (justas) corresponde à falta de liberdade individual e nem tão pouco tornar-se escravo dos partidos políticos ou dos líderes políticos. Não. Jamais é sensato pensar assim. Afinal o que é a liberdade senão o que ela significa para a pessoa e o que esta pode fazer por ela, a liberdade.

A liberdade não precisa de ninguém para existir e nem tem projectos para quem dela queira beneficiar. As pessoas é que projectam alcançar a liberdade para si e para os outros e como tal terão de militar e no duro para consegui-la.

Liberdade não combina com cegueira mental, mas sim com a oportunidade de os humanos batalharem pelos seus ideais. Kb

Sem comentários:

Textos Exilados

POEMAS DA COLETÂNEA - TERRA DILECTA  - CAMINHOS CANTANTES -  NÃO PUBLICADOS 1 Julho de remotos Julhos. Cíclicos Julho...