quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Poemas em Setembro


barragens transbordando
a conjugar o ano de azágua

o calendário em equilíbrio
no cabo das enxadas
as raizes nas mãos da lama
abrem a evidencia das flores
debaixo do sorriso do poeta
o mar engole a palavra - seca

Sem comentários:

Prefácio da obra Gruta Abençoada

NOTA DE LEITURA Boa Entrada é tudo menos lugar erótico, mas, sim, uma ribeira exótica e cativante, situada na margem direita da sed...