segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Poemas em Setembro 3





Nestas águas acesas
O grão dança delicioso
Bêbedo de chão.

Nestas lavras densas
O sol esperta gracioso
Da cor do mamão.

Nestas covas intensas   
O vivo esponta garboso
Soletrando pão.

Sem comentários:

Textos Exilados

POEMAS DA COLETÂNEA - TERRA DILECTA  - CAMINHOS CANTANTES -  NÃO PUBLICADOS 1 Julho de remotos Julhos. Cíclicos Julho...