sexta-feira, 5 de junho de 2015

RAPIZIUS



O falatório dos Pontos nos IS (programa televisivo) foi uma autentica prova de nada mais haver para dizer sobre o tema proposto, aliás, a fofoca politica alimentada pela comunicação social é a premiação da dimokransa instalada.

Como votar em Cabo Verde se o seu povo não se sente e não é africano, não sabe falar de Africa nem de africanos, nem dá conta de que existe o continente ao lado a que este chão pertence;

Como é que as embaixadas africanas entendem a frase: nem os africanos, nem tão pouco os noss...os irmãos PALOP votaram em nós porque não há uma politica africana coerente;

Mas o que é isto: não há trocas comerciais, circulação de bens entre Cabo Verde e África;

São BAD e CAN a mesma coisa ou seja é bola a rolar e um arbitro a apitar;

Cabo Verde, 40 anos depois, está na sua pior encruzilhada de sempre. Que terra que sociedade está em construção, a grande questão.
Eu devo estar a viver fora deste tempo ouvindo José Filomeno ( Ministro dos Negócios Estrangeiros que nunca saiu do ovo)...

Sem comentários:

Poemas Marginais

MÁS_CARAS EMDE_LÍRIO Desmascarado sentei-me na gaveta   A lâmpada acesa a vigiar minha mão Desinquieto nem pardais-do-telhado ...