quinta-feira, 8 de abril de 2010

E AGORA?



O novo Acordo Ortográfico (algumas dicas...)


Com a inclusão do k, do w e do y o alfabeto passa a ter 26 letras.

- Usam-se em nomes próprios e seus derivados (Kant, Wagner, wagneriano);

- Unidades monetárias (kwanza, yuan);

- Símbolos e siglas Km, kg; topónimos e seus derivados (Washington, kuwaitiano); Desportos (windsurf).

Passam a escrever-se com minúscula:

- Os nomes dos dias da semana (segunda-feira, domingo, etc);

- os nomes dos meses (janeiro, dezembro, etc);

- os nomes dos pontos cardeais (norte, oeste, etc).

O que não se pronuncia, não se escreve. Assim, desaparecem as consoantes mudas integrantes, como por exemplo, de:

- Cc (colecionador, direcional, lecionar). Mas mantém-se: perfeccionismo, faccioso;

- Cç (ação, coleção, correção, proteção, reação). Mas mantém-se: convicção, fricção;

- Ct (ato, atual, coletivo, direto, exato, objetivo, projeto). Mas mantém-se: contactar, convicto, intelectual, pacto, bactéria;

- Pc (anticoncecional, dececionante, excecional). Mas mantém-se: egípcio, núpcias;

- Pç (adoção, deceção, conceção). Mas mantém-se: corrupção, opção;

- Pt (adotar, batismo, ótimo). Mas mantém-se: (adepto, apto, repto).

Por outro lado, há alguns casos em que, havendo oscilação na pronúncia das sequências consonânticas, admite-se a dupla grafia:

- aspecto/aspeto, caracteres/carateres, característica/caraterística, facto/fato,


infectar/infetar, sector/setor, concepção/conceção, corrupto/corruto,

recepção/receção, cacto/cato, súbdito/súdito, amígdala/amídala,

omnipotente/onipotente.

Supressão de acentos gráficos:

- Nos verbos da 2ª conjugação, 3ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo: creem, deem, leem, veem, reveem;

- Nas palavras graves com ditongos “oi”: asteroide, heroico, jiboia,...;

- Do acento grave em palavras homógrafas: para (parar) e para (preposição); pela (pelar) e pela (substantivo), pelo (pelar) e pelo (substantivo); coa (coar) e coa (topónimo).

Mas: paramos e parámos; pôde e pode; pôr e por.

Supressão do hífen nos seguintes casos:

- Prefixo terminado em vogal e elemento seguinte começado por r ou s (antirreligioso, autorrádio, autosserviço, contrarrelógio, microssistema, minissaia, semisselvagem);

- Ligação de proposição de com formas monossilábicas do presente do indicativo do verbo haver (hei de, hás de, hão de).

Sem comentários:

Prefácio da obra Gruta Abençoada

NOTA DE LEITURA Boa Entrada é tudo menos lugar erótico, mas, sim, uma ribeira exótica e cativante, situada na margem direita da sed...