sexta-feira, 6 de maio de 2011


Se Deus é amor!..
O que é o desamor?
Por se amar irar-se amando pecado é?

Baixem o patamar do tornozelo
E calmamente caminhem por esta magra courela
Compenetrada no silêncio de um gosto irado de tanto amar.

Quem o suor vertido do abrigo do corpo-chão seu
Lavar a tola dos deslavados aceita?

No amor é nada viril
O atino do não se pecar por ira.

Cavem aqui companheiros e provem o sal-i-sucrato
Deste gostirado de tanto amar.
KB

Sem comentários:

Textos Exilados

POEMAS DA COLETÂNEA - TERRA DILECTA  - CAMINHOS CANTANTES -  NÃO PUBLICADOS 1 Julho de remotos Julhos. Cíclicos Julho...